http://www.acigra.com.br

Almoçando com o Prefeito Marco Alba 15/05/2017 18:47

De Assesoria de Imprensa ACIGRA.

Sem Comentários

2Almoçando com o Prefeito Marco Alba

Tradicional em cada início de novo mandato do chefe do Executivo, o que aconteceu há pouco mais de 30 dias, a Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Gravataí recebeu para o almoço o prefeito eleito Marco Alba, numa plateia composta pelos principais empresários e lideranças da cidade.

 

“Gravataí merece uma gestão de resultados e somente com a união de toda a comunidade é que poderemos crescer e termos a cidade que todos queremos e merecemos”. Com estas palavras, o presidente da Associação, Régis Albino, abriu o evento.

 

Ao iniciar sua apresentação, Marco Alba cumprimentou todos os presentes e iniciou já com palavras bastante diretas. “A estrutura pública brasileira, da forma como os governos vêm fazendo, que não atendem as demandas da população, está praticamente falida. É diferente na esfera privada onde, quando os orçamentos de receita e de despesa não fecham, é preciso corrigir imediatamente. Administrar receita pública não pode ser diferente do que administrar sua casa ou empresa. Quando não há dinheiro para tudo, é preciso ter prioridades. E nós tivemos e temos”, afirmou.

 

A partir daí, uma grande lista de realizações e obras de seu primeiro governo, como a construção de duas UPAs,  o novo plano pedagógico que resultou na melhor nota na avaliação do ensino municipal, a cidade ter obtido o menor índice nacional de mortalidade infantil, assim como a futura instalação de câmeras de segurança foram algumas das muitas notícias boas apresentadas ao público.

 

Sob o olhar atento dos presentes, o chefe do Executivo só parou uma vez, para tomar água, em mais de 40 minutos de fala. “Nós fizemos o que nenhum governo teve a coragem de fazer” e aproveitou para elencar, em sua opinião, as formas pelas quais a população brasileira não têm bons serviços públicos com a qualidade e quantidade necessários: pela corrupção material e intelectual, carga tributária,  incompetência, burocracia e privilégios de leis que tratam iguais de forma diferente.

 

Falou, também, sobre a questão previdenciária que praticamente inviabiliza a estrutura pública, lembrando a situação do Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores Municipais de Gravataí “que custa mensalmente, à Prefeitura, em torno de R$ 3.500 mi para garantia da previdência dos servidores do Executivo municipal”, disse encerrando, ou quase, sua apresentação. Antes, porém, confirmou como prioridade número um de seu novo mandato a segurança em Gravataí, com um trabalho intensivo de colaboração, participação e de ação da Guarda Municipal junto às demais forças de segurança do Estado.

 

Via: PMG


Revista Acigra

Planos de Saúde

Patrocinadores Institucionais Acigra

Mantenedores Parceiros Voluntários